Jornal

Impactos contábeis da pandemia em ativos do VISC11 são divulgados

De uns tempos pra cá, tornaram-se comuns notícias sobre a reabertura de atividades de diversos shoppings ao redor do país, ainda que de forma restrita visando o cumprimento de protocolos rígidos de segurança. Naturalmente, essa dinâmica foi muito bem vista pelos cotistas dos FII que de tinham participações nesses imóveis. No entanto, mesmo com as notícias de cunho positivo, é importante observar que os efeitos adversos da pandemia de COVID-19 foram e continuam sendo bastante intensos.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

IPCA se consolida como principal remuneração dos CRA

O mercado de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) chegou ao final da primeira quinzena de setembro com R$ 9,00 bilhões emitidos no ano e apresenta uma mudança considerável em relação aos anos anteriores, agora os títulos atrelados ao IPCA dominam amplamente o mercado. As operações indexadas ao IPCA ganharam muito espaço no mercado e já correspondem a mais e 80% do total emitido no ano. Em um cenário de Taxa Selic baixa os investidores deste segmento voltaram seu interesse para os títulos que sejam indexados à inflação.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Fundo de infraestrutura muda forma de contabilização de ativos

Na última semana, o comitê de investimentos do FIDC BB Votorantim Highland Infraestrutura deliberou por uma importante mudança na forma de contabilização dos ativos do fundo, que são debêntures incentivadas, de acordo com a Lei 12.431. A medida pode impactar positivamente a carteira do fundo, após uma sequência de reveses.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Emissões de CRI têm remuneração aos investidores reduzida

Nas assembleias de investidores realizadas no último dia 11 de setembro, determinados CRI emitidos pela Logos Companhia Securitizadora tiveram como pauta alterações importantes na estrutura dos títulos envolvidos. O que estava em jogo era uma possível modificação da remuneração prevista para os detentores dos CRI.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

A importância da subordinação e do consultor especializado em estruturas de FIDC de fomento mercantil

Não é novidade que o mercado de FIDC contempla um conjunto de fundos com características muito particulares e distintas do restante da indústria de fundos de investimento. Como exemplo dessa distinção, sempre vale lembrar da vasta gama de tipos de direitos creditórios passíveis de aquisição por parte dos FIDC. Segmentando esses ativos em categorias, observa-se que uma delas é muito emblemática: Recebíveis Comerciais.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

XPIN11 firma três novos contratos de locação

A Vórtx, ao final da última sexta-feira, divulgou um comunicado ao mercado trazendo informações sobre acordos de novos contratos de locação envolvendo o FII XP Industrial (XPIN11), fundo em que exerce a função de administradora. O objeto dos contratos de locação são os módulos A1, A2, A3, B1 e B2 dos galpões do Condomínio Park Jundiaí I, situado no município de Jundiaí, em São Paulo.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

ALZR11 fará operação de Sale & Leaseback com varejista de artigos esportivos

Ontem, dia 10 de setembro, ao final do dia, foi divulgado ao mercado um fato relevante de autoria do BTG Pactual e da Alianza informando sobre um acordo firmado pelo FII Alianza Trust Renda Imobiliária (ALZR11), ao qual prestam os serviços de administração e gestão, para aquisição de um novo ativo. Os valores envolvidos na operação perfazem a cifra de R$ 71,1 milhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Novo título de securitização deve entrar em vigor em outubro

Recentemente, a Superintendência de Seguros Privados (SUSEP) lançou edital de consulta pública a respeito de uma resolução que regulamentará as atividades dos resseguradores locais que atuem com propósito exclusivo (RPE). Essa nova modalidade de ressegurador se financiará através da emissão “títulos ligados a seguros”, tradução para o termo em inglês Insurance Linked Securies (ILS).

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Novo FIDC da Creditas recebe classificação de risco definitiva

A atuação das fintechs no mercado de crédito e sua relação com a indústria da securitização, principalmente através dos FIDC, são temas constantes nas análises do TLON. Estes agentes desempenham papel estratégico no aumento da eficiência do acesso ao crédito no país. São várias as fintechs que têm crescido em relevância e participação nesse ecossistema, mas uma que se destaca é a Creditas. A empresa, inclusive, está envolvida em um FIDC prestes a concluir sua primeira emissão de cotas.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

CVM visa ampliar universo de investidores do mercado de securitização e de private equity

De uma maneira geral, quando o assunto é investimentos pessoais, a sociedade brasileira sempre demonstrou ser pouco desenvolvida. Historicamente, a maior parte dos brasileiros prefere aplicar seus recursos em produtos pouco interessantes do ponto de vista de rendimentos, como é o caso da poupança. Além disso, dentre aqueles que não se enquadram nesse comportamento, foram poucos que buscaram conhecimento mais amplo dos produtos disponíveis no mercado, muito por conta da praticidade em se investir em títulos de dívida pública e produtos bancários com rendimentos atrelados à uma SELIC muito elevada. Bem, este cenário está mudando.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
fii
fidc
cri
cra
Mais Recentes