A Moody's colocou em revisão para rebaixamento as classificações de risco Aaa.br (sf) atribuídas à 22ª série da quinta emissão e à 45ª série da quarta emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) emitidos pela Gaia Securitizadora. Cada uma das séries é lastreada por sua própria carteira, não revolvente, de financiamentos imobiliários residenciais, originados e cobrados pelo Banco do Brasil (cedente, originador e principal agente de cobrança). Ambas as séries se beneficiam do suporte de crédito do cedente, uma vez que a escritura de cessão estipula que, ao longo do prazo de vigência da operação, o Banco do Brasil deve recomprar qualquer financiamento com atraso superior a 35 dias e depositar os recursos oriundos das recompras na conta centralizadora da respectiva operação. A agência informa que colocou as notas em revisão para rebaixamento pois o agente de cobrança depositou, indevidamente, entre dezembro de 2013 e setembro de 2014, R$ 6,9 milhões, relativos a recompras de financiamentos que estavam inadimplidos em um prazo superior a 35 dias, referentes ao lastro da 45ª serie, na conta centralizadora referente à 22ª série. Todos os montantes de recompra a partir de outubro de 2014 foram depositados na conta centralizadora correta. De acordo com a securitizadora, cerca de R$ 1,4 milhão do montante total que foi depositado incorretamente já foi transferido corretamente para a conta centralizadora referente à 45ª série. A emissora afirma que irá direcionar os pagamentos futuros das recompras dos financiamentos referentes ao lastro da 22ª série para reembolsar os R$ 5,5 milhões remanescentes à 45ª série ao longo dos próximos cinco meses. Ainda de acordo com a securitizadora, os problemas operacionais foram solucionados, porém, a agência de classificação de risco informa que irá analisar os ajustes operacionais que foram postos em prática, durante o período de revisão. Mesmo com essa falha operacional, segundo a agência, não houve deficiência de juros e principal nas séries. Ambas as séries têm prazo de 240 meses e rentabilidade alvo equivalente a TR acrescida de um spread de 6,38% ao ano. A 22ª série foi emitida em dezembro de 2012 enquanto que a 45ª série foi emitida em outubro de 2013.

Rankings
Mais Lidos