Artigos Relacionados

Dois anos após stop order, MFII11 volta ao top 5 do ranking de rentabilidade

Em 25 de setembro de 2018 a suspensão de negócios com cotas do FII Mérito Desenvolvimento Imobiliário (MFII11) era revogada. Desde então, as cotas do fundo nunca mais retomaram o preço de mercado alcançado pouco antes da suspensão. Contudo, foi em novembro de 2020 que o MFII11 alcançou o mais alto patamar dos últimos dois anos, o que o ajudou a figurar entre os fundos de maior rentabilidade em 2020.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rentabilidade dos FII atinge -10% no ano; Logística fica perto da estabilidade

Até julho de 2020, o número de cotas de FII que foram negociadas na B3 e que apresentaram rentabilidade efetiva¹ negativa chegou a 128, dentre um total de 160 consideradas para o ranking. Dado o reduzido número de fundos com rentabilidade positiva, a tendência de queda empurrou a rentabilidade média dos FII para -10,8% no ano.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rentabilidade de FII atravessa picos e vales em 2020

A rentabilidade efetiva dos Fundos de Investimento Imobiliário (FII) negociados no âmbito da B3 atingiu valor negativo no acumulado entre dezembro de 2019 e maio de 2020. Dentre as subcategorias dos FII de Imóveis, se destaca, negativamente, a de FII que investem em Shopping Centers, que reúne o segundo maior número de fundos do mercado. Por outro lado, a categoria de fundos que investem em CRI registrou a menor rentabilidade negativa.  

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Nove FII registram capitalização acima dos R$ 2 bi

Em termos consolidados, a Capitalização de Mercado¹ (CM) do conjunto de 167 Fundos de Investimento Imobiliário (FII) cujas cotas foram negociadas em dezembro de 2019 no mercado secundário na B3² registrou seu ápice no referido mês. A cifra de R$ 83,59 bilhões é a maior já registrada, e reflete o alto volume de emissões ocorridas no ano e a valorização média do preço das cotas.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FII terminam 2019 negociados com ágio de 12,1%

O incremento no nível de liquidez do mercado de FII veio acompanhado do aumento do nível de preços médio das cotas desses fundos. Com isso, a capitalização de mercado¹ (CM) consolidada dos FII atingiu R$ 83,59 bilhões no fim de 2019. Em paralelo, o mesmo grupo de fundos encerrou o ano com patrimônio líquido (PL) de R$ 74,55 bilhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Fundos de fundos puxam rentabilidade do mercado para 28% em 2019

Em média, a rentabilidade efetiva dos Fundos de Investimento Imobiliário (FII) negociados no âmbito da B3 atingiu a extraordinária marca dos 28,2% em 2019. Isso configura a melhor rentabilidade anual dos últimos sete anos. Acompanhando a subida do IFIX desenhada ao longo do ano, Renda Variável se destacou dentre as classes de ativo dos FII, enquanto a classe de fundos que investem em CRI registrou a menor rentabilidade.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Fundo negociado abaixo dos R$ 7 é destaque de valorização em 2019

Até dezembro de 2018 as cotas do FII Square Faria Lima (FLMA11) nunca haviam atingido preço superior a R$ 3,00. No correr de 2019, porém, as cotas entraram em um ciclo de alta que abandonou o antigo patamar e se fixou mais perto dos R$ 5,00. Com isso, o FLMA11 registra a maior valorização anual de cotas, à frente de outros 110 FII.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FLMA11 se valoriza 27% em outubro, mas média do mercado fica em 1,1%

O FII Square Faria Lima (FLMA11) se destaca no cômputo das variações de preços de cotas dos 131 Fundos de Investimento Imobiliário (FII) negociados na B3 em setembro e outubro de 2019¹. Enquanto a média do mercado se fixou em variação de preço de 1,1% no período, as cotas do FLMA11 registraram alta de preço de 27,1%.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rentabilidade média dos FII atinge 15% em 2019

A rentabilidade efetiva média dos 116 FII com cotas negociadas¹ na B3 superou os 15,0% no cômputo para 2019 até setembro, puxada, em boa parte, pelo bom desempenho dos FII que investem em cotas de outros FII. Por outro lado, os FII de Renda Fixa registraram desempenho abaixo da média, enquanto a maior categoria de fundos, Imóveis, manteve-se próximo do quadro geral.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Shoppings se destacam em mês de manutenção do nível de preços

O mercado secundário de cotas de Fundos de Investimento Imobiliário (FII) negociadas na B3 apresentou variação média¹ positiva de 0,3% no preço das cotas no último mês de setembro em relação ao mês de agosto. Apesar de discreta, a variação teve impulso por parte das cotas dos fundos da categoria de ativo Imóvel, cujos preços negociados subiram em média 0,4%, despontando como a categoria de melhor desempenho em termos de valorização de preço de cota no período. A variação de preço média referente ao consolidado dos FII foi calculada com base em um total de cotas de 130 fundos negociados no mês. Desse total, 76 apresentaram variação positiva nos preços de suas cotas, enquanto que 54 acabaram por sofrer desvalorização de suas cotas.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Mais Recentes