FII RB Capital Desenvolvimento Residencial II prorroga duração em quinze meses

Veja abaixo esta e outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FII divulgadas entre 14 a 18 de setembro 2015.  

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 18/Set/15 - Rentabilidade

No pregão de 18 de setembro 75 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA, das quais 28 apresentaram valorização de preço, 31 apresentaram desvalorização, 7 não tiveram alteração e 9 não haviam sido negociadas no pregão anterior. Segue as três melhores e as três piores variações de preço no dia, acompanhadas dos respectivos preços médios, volumes negociados e números de negócios.

Melhores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
Projeto Água Branca FPAB11 2,55 325,00 1.300 2
RB Capital General Shopping Sulacap RBGS11 1,76 44,04 72.585 32
XP Gaia Lote I XPGA11 1,28 87,16 80.276 31

Piores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
Rio Bravo Crédito Imobiliário II RBVO11 -1,71 87,46 13.731 10
VBI FL 4440 FVBI11B -2,48 71,16 32.020 16
BM Brascan Lajes Corporativas BMLC11B -4,23 81,83 104.909 15

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 18/Set/15 - Liquidez

No pregão de 18 de setembro 75 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA. Foram 2.918 negócios que totalizaram R$ 14,9 milhões. A cota com maior montante negociado e maior número de negócios foi a do FII BB Progressivo II (BBPO11), com R$ 3,0 milhões em 984 negócios.

Imóveis do FII São Fernando são reavaliados para baixo

A Rio Bravo Investimentos DTVM, administrador do FII São Fernando (SFND11), publicou Fato Relevante para informar que, em atendimento à ICVM 516, a reavaliação anual dos ativos do fundo, realizada pela Colliers International do Brasil, resultou em uma redução de 12,42% em seu Patrimônio Líquido (PL). Neste sentido, aponta o documento que, após o ajuste de R$ 14,1 milhões no valor dos ativos, o PL do fundo passou para R$ 99.581.114 em 31/08/2015. É ressaltado ainda que essa redução ocorreu devido ao ajuste contábil de remarcação periódica dos ativos a valor de mercado, não alterando assim a receita dos contratos de locação vigentes. A carteira do fundo é composta por quatro imóveis comerciais, sendo três deles localizados no Rio de Janeiro/RJ e outro em São Paulo/SP.

DY se retrai em agosto e diferencial para a taxa DI se amplia

As cotas de Fundos de Investimento Imobiliário (FII) negociadas¹ no âmbito da BM&FBOVESPA no mês de agosto registraram Dividend Yield (DY) médio mensal de 0,86%, ligeiramente abaixo do nível de 0,94% apresentado no mês de julho. Quando comparado à rentabilidade acumulada mensal associada à Taxa de Depósito Interfinanceiro (Taxa DI), líquido da tributação mínima de 15%², que em agosto atingiu 0,89%, o DY médio dos FII voltou a ficar abaixo desta marca, pelo segundo mês consecutivo. Mesmo com o movimento de redução também da Taxa DI líquida acumulada em agosto, que em julho havia sido de 0,95%, o diferencial entre o DY médio dos FII e a rentabilidade acumulada mensal daquela taxa se ampliou, no campo negativo, para três pontos base em agosto, quando no mês anterior havia sido negativo em apenas um ponto base.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 16/Set/15 - Rentabilidade

No pregão de 16 de setembro 78 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA, das quais 36 apresentaram valorização de preço, 23 apresentaram desvalorização, 7 não tiveram alteração e 12 não haviam sido negociadas no pregão anterior. Segue as três melhores e as três piores variações de preço no dia, acompanhadas dos respectivos preços médios, volumes negociados e números de negócios.

Melhores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
RB Capital General Shopping Sulacap RBGS11 3,16 44,38 64.173 26
West Plaza WPLZ11B 3,07 62,08 207.052 7
Parque Dom Pedro Shopping Center PQDP11 2,26 1.331,96 33.299 9

Piores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
CSHG Recebíveis Imobiliários HGCR11 -1,07 943,79 31.145 4
CSHG Logística HGLG11 -1,09 1.020,88 134.756 20
BB Progressivo BBFI11B -1,36 2.313,16 198.932 12

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 16/Set/15 - Liquidez

No pregão de 16 de setembro 78 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA. Foram 3.280 negócios que totalizaram R$ 13,9 milhões. A cota com maior montante negociado e maior número de negócios foi a do FII BB Progressivo II (BBPO11), com R$ 1,9 milhão em 932 negócios.

Renegociação de aluguel impacta negativamente o rendimento do BBVJ11

A Votorantim Asset Management DTVM, administrador do FII BB Votorantim JHSF Cidade Jardim Continental Tower (BBVJ11), publicou Comunicado ao Mercado para informar que assinou aditivo contratual com a locatária General Eletric do Brasil LTDA.. Segundo o documento, o aditivo contratual “previu a renegociação do valor de locação e a inclusão da possibilidade de ação revisional do aluguel a partir de setembro de 2018, como concessão em relação ao benefício negociado”. O administrador informa que o novo valor de locação entrou em vigência a partir de 01 de setembro de 2015 e deverá impactar negativamente a distribuição mensal de rendimentos em R$ 0,078 por cota, ou seja, aproximadamente 21,97% em relação à última distribuição mensal declarada em 31 de agosto de 2015. Não é informado o valor de alteração do aluguel. A Votorantim Asset Management DTVM pontifica que vem desenvolvendo esforços no sentido de manter os andares pertencentes ao fundo atrativos ao mercado, tendo em vista as atuais condições econômicas do país e os impactos que o atual cenário representa para esse tipo de ativo. Finalmente, o administrador ainda pondera que, sendo o fundo proprietário de 13 lajes comerciais no JHSF Cidade Jardim Continental Tower, e considerando a vacância atual por volta de 36%, cabe proteger os interesses dos cotistas e neste sentido buscar minimizar quaisquer impactos decorrentes de eventuais mudanças de mercado. 

Nova oferta pública do Votorantim Securities recebe registro

A CVM concedeu, em 15 de setembro, registro definitivo de oferta pública, nos ritos da ICVM 400, para as cotas do FII Votorantim Securities. A oferta será coordenada pela Votorantim Asset Management DTVM, que também realiza a função de administração do fundo. A oferta foi dividida em seis séries com datas de integralização diferentes, somando ao todo o montante de R$ 1,73 bilhão, sendo que cada cota terá o valor unitário de R$ 1.000,00. O fundo foi registrado e realizou também sua primeira emissão em janeiro de 2010 e tem prazo de duração indeterminado. Sua carteira é composta preponderantemente por LCI, CRI, LH e cotas de outros FII. No final de agosto o Patrimônio Líquido do fundo era de R$ 20,2 milhões.

Pregão BM&FBOVESPA (FII) - 15/Set/15 - Rentabilidade

No pregão de 15 de setembro 74 diferentes cotas de Fundos de Investimento Imobiliário foram negociadas na BM&FBOVESPA, das quais 39 apresentaram valorização de preço, 25 apresentaram desvalorização, 3 não tiveram alteração e 7 não haviam sido negociadas no pregão anterior. Segue as três melhores e as três piores variações de preço no dia, acompanhadas dos respectivos preços médios, volumes negociados e números de negócios.

Melhores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
Floripa Shopping FLRP11B 3,33 620,00 6.200 2
SP Downtown SPTW11 2,52 65,83 112.169 29
Hospital Nossa Senhora de Lourdes NSLU11B 1,97 182,70 118.937 29

Piores Variações

FII Ticker Variação (%) Preço (R$) Montante (R$) Nº Negócios
Castello Branco Office Park CBOP11 -1,28 631,00 1.262 2
Rio Bravo Renda Corporativa FFCI11 -1,40 1,41 130.006 108
Hospital da Criança HCRI11B -3,63 212,00 42.188 2
Rankings

Mais Recentes
cri