Quando surgem debates sobre a economia brasileira, seja para avaliar o desempenho recente ou para traçar previsões de resultados futuros, um setor da cadeia de produção sempre acaba chamando bastante a atenção nas análises. Este setor é o agronegócio, que sempre correspondeu à parcela bastante significativa da economia brasileira. Naturalmente, devido sua importância para o país, tornam-se estratégicas também as cadeias de financiamento para o setor.

Historicamente, o financiamento do agronegócio foi sempre através de recursos disponibilizados pelo governo. De uns tempos para cá, desenvolveu-se um contexto de contenção de gastos por parte dos entes públicos para que a situação fiscal do país não entrasse em colapso. Assim, se disseminou o entendimento de ser necessária uma maior participação de outras fontes de recursos para financiar o setor e de que uma dessas fontes era o mercado de capitais.

Foi nesse cenário que a Uqbar, em parceria com o escritório Pinheiro Neto Advogados, realizou ontem o Webinar Agronegócio e o Mercado de Capitais. O evento foi pensado como um espaço de conversa para debate de ideias sobre o futuro próximo do segmento do mercado de capitais dedicado ao agronegócio, levando-se em conta, claro, o atual momento delicado que todo o país passa em decorrência da pandemia de COVID-19.

Além dos profissionais da Uqbar, Carlos Augusto Lopes (sócio) e Leonardo Augusto Andrade (gerente de informação), que atuaram como moderadores, a conversa contou com participantes com larga experiência no assunto, José Angelo Mazzillo Júnior, do Ministério de Agricultura, Milton Menten, da Ecoagro, e Tiago Lessa, do Pinheiro Neto Advogados.

Perdeu o Webinar? Assista na íntegra no YouTube da Uqbar. E não se esqueça de se inscrever no canal. 

https://www.youtube.com/watch?v=Ts0RkTXkItk

Rankings
Mais Recentes