Em 06/02/2018 a Austin elevou a classificações de risco das cotas sênior, de ‘A-’ para ‘A’, e das cotas mezanino I, de ‘BB+’ para ‘BBB-’, do FIDC Kreditare. Nas palavras da agência, a elevação é consequência, principalmente, do bom desempenho do fundo, com enquadramento aos critérios regulamentares e volumes reduzidos de créditos vencidos e recompras. Além disso, outro aspecto positivamente mencionado consiste no retorno das cotas subordinadas, com rentabilidade acumulada de 64,22% nos últimos doze meses.

Mais Lidos