Precatórios, investimentos em renda fixa e o sofá

A reação de observadores do mercado, e mesmo de alguns participantes, perante investimentos em Fundos de Investimento em Direitos Creditórios Não Padronizados (FIDC NP) que se revelaram frustrados, lembra aquela anedota do cidadão que chega em casa de surpresa e encontra sua cara metade em relações íntimas com o vizinho no sofá da sala, justamente aquele sofá que ele tanto adora. Revoltado, cheio de raiva e com sede de vingança, ele pega seu revólver e atira no sofá. E, para assegurar-se de que a situação não se repetirá, ele retira o sofá da sala.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Liberum classifica novas cotas a serem emitidas pelo Red Performance NP

Na última semana a agência de classificação de risco Liberum realizou atribuição de classificação de risco para duas novas séries de cotas do FIDC RED Performance NP. Trata-se de um dos maiores fundos da indústria de FIDC, sendo um dos principais no setor de Multicedente/Multissacado (FIDC MM), cujos cotistas deliberaram em março pela emissão de aproximadamente mais R$ 600,0 milhões em novas séries de cotas. As notas atribuídas pela agência foram para as cotas sênior de 4ª série e mezanino A do fundo, que juntas totalizarão aproximadamente R$ 350,0 milhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Cotistas agora substituem o administrador dos FIDC Incentivo

As assembleias de cotistas dos FIDC Incentivo I e II já serviram de palco para o curioso caso do cotista que não esteve presente na reunião que ele mesmo convocou, e, há pouco mais de um ano, acusações direcionadas pelo administrador ao gestor do fundo (Incentivo Investimentos), que culminou com a destituição do último. Mais recentemente, em 28 de março, reunidos novamente, as EFPC e RPPS que compõem o rol de cotistas dos fundos deliberaram pela substituição da Gradual da posição de administrador, custodiante e gestor, dando sequência ao desenrolar de fatos envolvendo estes dois FIDC.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FIDC de cartão de crédito tem cotas classificadas em ‘AA-’

Ao se analisar algumas das características mais recentes da economia brasileira, algo que chama a atenção é a participação nas movimentações financeiras dos pagamentos por meio de cartões de crédito. Em 2017, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas de Cartões e Serviços (Abecs), foram transacionados aproximadamente R$ 842,60 bilhões em compras com cartão de crédito no Brasil, um crescimento de 12,4% na comparação com 2016.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Cotistas decidem não liquidar FIDC após desenquadramento

No último dia 12 de março, cotistas do FIDC Empírica Pérola Empreendedor decidiram em assembleia pela manutenção das atividades do fundo após a ocorrência de evento de avaliação do fundo. O evento se deu após a manutenção do patrimônio líquido médio do fundo inferior a R$ 500,0 mil por período de três meses consecutivos.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Socopa comunica rebaixamento no FIDC Artesanal MP Microfinancas

A SOCOPA, administradora do FIDC Artesanal MP Microfinancas, publicou Fato Relevante para informar aos seus cotistas e demais interessados que, em 14 de março de 2018, a Liberum Ratings rebaixou as classificações de risco das cotas sênior, mezanino B e subordinadas do fundo. Os rebaixamentos das notas refletem o aumento de créditos vencidos e a diminuição de cobertura de provisão.

Vórtx assume administração de quatro FIDC geridos pela XP

Em fevereiro, quatro FIDC, com PL somado de R$ 800,0 milhões, aprovaram mudanças de prestador de serviços de administração e custódia. Segundo as respectivas atas, todos estes fundos contrataram a Vórtx DTVM para exercer ambas as funções. Os cotistas do FIDC XPCE III, XPCE IV e XPCE V substituíram a BRL Trust DTVM, e o FIDC XPCE VI substituiu a Socopa.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Emissão de cotas do FIDC Light pode superar R$ 1,40 bilhão

O conselho de administração da Light, companhia que detém o monopólio da distribuição de eletricidade em 36 municípios do estado Rio de Janeiro, aprovou, no último 19 de março, a constituição do FIDC Light. Só em cotas sênior as emissões podem atingir R$ 1,40 bilhão.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Cotistas do FIDC Empírica Sifra Star aprovam alteração de gestor

Veja abaixo o resumo desta e de outras decisões tomadas no âmbito de assembleias de FIDC divulgadas na CVM entre 12 e 16 de março de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Lançamento exclusivo! Anuário Uqbar: Fundos de Investimento em Direitos Creditórios – Edição 2018

Depois da publicação dos Anuários de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) e de Fundos de Investimento Imobiliário (FII), a Uqbar lança hoje o Anuário Uqbar 2018 dedicado aos Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) exclusivo para os assinantes TLON.

Fechando o ano de 2017 com forte taxa de crescimento e de progressiva importância no mercado de capitais brasileiro, os FIDC confirmam sua vocação de alternativa de financiamento e investimento para os mais diversos tipos de captadores e investidores de recursos.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
Mais Lidos