Jornal

S&P avalia CRA de mais de R$ 200,0 milhões

A ISEC teve hoje, dia 19 de março de 2019, a primeira série de sua terceira emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) classificada preliminarmente com a nota de crédito ‘AA+’ pela agência de classificação de risco S&P. Desta vez, diferindo do padrão que tem vigorado entre as novas operações do mercado de CRA, não são debêntures que formam o lastro dos títulos avaliados, mas sim outro título de crédito do agronegócio, os Certificados de Direitos Creditórios do Agronegócio (CDCA).

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

FII da Kinea tem emissão superior a R$ 600,0 milhões aprovada

Veja abaixo o resumo das atas publicadas na CVM entre 11 e 15 de março de 2019.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Oliveira Trust e Socopa lideram rankings de custodiante em 2018

Dando prosseguimento às recentes análises realizadas no TLON sobre prestadores de serviço de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC), já realizadas para as empresas administradoras e gestoras destes fundos, levando-se em consideração apenas os fundos que entraram em operação em 2018, é hora de atentar para o segmento de custódia. Assim como ocorreu com o mercado de gestores de FIDC, os Rankings Uqbar de custodiantes de novos FIDC apresentam em 2018, na comparação com os rankings de 2017, diversas trocas de posições entre os participantes.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Investidores de CRI liberam recursos para devedora quitar despesas pré-operacionais

Veja abaixo o resumo de decisões tomadas no âmbito de assembleias de CRI divulgadas na CVM entre 04 e 08 de março de 2019.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

CRA devido pela Vamos recebe registro

Recebeu registro hoje, 13 de março, na CVM, a oferta pública da 1ª série da 21ª emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) da Vert Securitizadora. A oferta soma inicialmente R$ 250,0 milhões, podendo ser aumentada conforme a demanda pelo título. A operação tem como lastro debêntures da empresa Vamos Locação de Caminhões, Máquinas e Equipamentos (Vamos), subsidiária da JSL. Trata-se da segunda oferta de CRA registrada no ano.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

S&P classifica CRA de R$ 700,0 milhões

Mais uma emissão de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) lastreada em debêntures emitidas por grande companhia atuante no setor agrário está prestes a ocorrer. É o que informa a agência S&P ao comunicar a atribuição da classificação de risco de um novo CRA da Vert. Inicialmente, o montante envolvido é de R$ 700,0 milhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Cotistas de FII aprovam aquisição de área rural

Veja abaixo o resumo das atas publicadas na CVM entre 04 e 08 de março de 2019.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

BRAM e Tercon destacam-se entre os gestores de FIDC

O mercado de gestores de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) caracteriza-se por ser aquele mais concorrido dentre os mercados de prestadores de serviço para este veículo do mercado de capitais. Para atestar tal fato basta observar os Rankings Uqbar de gestores de FIDC iniciados em 2018. A intensa mudança de posições dos participantes na comparação com o ranking de 2017 é evidente, tanto pelo critério do patrimônio líquido (PL) total dos fundos geridos quanto pelo número destes fundos.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

HGLG11 perto de concretizar nova aquisição de imóvel

Na última sexta-feira, dia 01 de março de 2019, o CSHG divulgou Fato Relevante referente ao Fundo de Investimento Imobiliário (FII) CSHG Logística (HGLG11), veículo no qual exerce a função de administrador, informando sobre uma possível nova aquisição por parte do fundo.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

CRI da Novasec é classificado em ‘A-’

Na última sexta-feira, dia 01 de março de 2019, a agência Fitch atribuiu a classificação de risco ‘A-’ à 31ª série da emissão de Certificado de Recebível Imobiliário (CRI) da Novasec, em montante de R$ 110,0 milhões. O lastro do CRI consiste em uma Cédula de Crédito Imobiliário (CCI) referente aos pagamentos da Cédula de Crédito Bancário (CCB) emitida pela RNI Negócios Imobiliários. Os CRI terão prazo de dez anos e remuneração equivalente à Taxa DI acrescida de 1,7% ao ano.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
fii
fidc
cri
cra
Mais Lidos