Jornal

Suspensão de oferta de cotas do HGCR11 é revogada pela CVM

A Superintendência de Registro de Valores Mobiliários (SRE) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) revogou a suspensão da oferta pública de distribuição da 3ª Emissão do FII CSHG Recebíveis Imobiliários que havia sido anunciada na última segunda-feira. A decisão decorre do fato da CSHG CV ter adotado medidas para sanear as irregularidades que motivaram a suspensão.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Oferta de cotas do HGCR11 é suspensa pela CVM

A Superintendência de Registro de Valores Mobiliários (SRE) da Comissão de Valores Mobiliários (CVM) determinou à CSHG CV, em 7/5/2018, a suspensão, pelo prazo de até 30 dias, da oferta pública de distribuição da 3ª emissão de cotas do FII CSHG Recebíveis Imobiliários. A oferta havia sido registrada em 27 de abril último num montante total de mais de R$ 170 milhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Cotistas do FII Capitânia Securities II aprovam emissão de até R$ 100,0 milhões

Veja abaixo o resumo das atas publicadas na CVM entre 30 de abril e 04 de maio de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Disputa entre Caixa e FII Edifício Almirante Barroso ganha novo capítulo

Não é novidade que existe um conflito entre os cotistas do FII Edifício Almirante Barroso e a Caixa Econômica Federal (CEF), locatária do edifício que leva o mesmo nome do fundo, localizado na Avenida Rio Branco, na cidade do Rio de Janeiro. Já faz alguns anos que o fundo tentou instituir um aumento do valor do aluguel mensal para algo próximo de R$ 3,6 milhões, através de ação revisional, ajuizada em 2010. No entanto, a CEF mostrou-se relutante em aceitar essa mudança. Desde então o que tem se observado é uma contínua disputa entre as partes, com direito a vários recursos no âmbito judicial, de ambos os lados. Nesta semana, esta disputa ganhou um novo capítulo.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Depois de três rebaixamentos, FIDC reestrutura alguns créditos

O segundo maior FIDC dentre os que atuam no segmento imobiliário vem enfrentando piora de desempenho de sua carteira nos últimos meses, inclusive ocasionando três rebaixamentos de classificação de risco desde setembro. No último dia 16 de abril, cotistas do FIDC GGR Prime I se reuniram em assembleia com objetivo de deliberar sobre, entre outros assuntos, principalmente o “Plano de Reestruturação dos créditos que compõem a carteira do fundo”.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Novo contrato de locação reduz vacância do FII Brascan em mais de 10 p.p.

Detentor de andares de dois imóveis localizados em São Paulo-SP e no Rio de Janeiro-RJ, o FII BM Brascan Lajes Corporativas (BMLC11B) comunicou a celebração de um novo contrato de locação do edifício carioca.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

FII, o melhor ainda por vir

Muito se propaga sobre as vantagens de se investir em Fundos de Investimento Imobiliário (FII). Normalmente isto se dá através de um pacote padrão de meia dúzia de razões simples endereçadas ao investidor pessoa física. Aborda-se aspectos como a liquidez, a diversificação, a rentabilidade, a simplificação, os custos, a informação e a gestão profissional. Na verdade, a venda da ideia que é realizada é bem embasada e faz todo o sentido. E é por isto que nos últimos quase dez anos o mercado de FII adquiriu grande popularidade e penetração junto ao investidor pessoa física. Mas a questão que se coloca é se a importância deste segmento se restringe ao alcance das razões deste pacote mercadologicamente bem divulgado ou, ainda não propriamente revelado, tem neste pacote meramente uma semente de algo muito mais poderoso e sistemicamente relevante.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FII XP Malls mira aquisições que podem chegar a R$ 745,0 milhões

O BTG Pactual Serviços Financeiros e a XP Gestão de recursos, respectivamente administradora e gestora do FII XP Malls, comunicaram ontem, 02 de maio de 2018, que foi celebrada “Carta de Intenções Vinculante Para Aquisição de Ativos” com a empresa JHSF Participações. A carta trata da compra de participação minoritária em shopping centers pertencentes à empresa, sendo eles o Shopping Cidade Jardim, em São Paulo, o Shopping Catarina Fashion Outlet, próximo a São Paulo, o Shopping Bela Vista, em Salvador, e o Shopping Ponta Negra, em Manaus. Com a assinatura da carta o fundo realizou pagamento de sinal à JHSF.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Adiada a decisão sobre o vencimento antecipado de CRI que tem a Urbplan como devedora

Veja abaixo o resumo de decisões tomadas no âmbito de assembleias de CRI divulgadas na CVM entre 23 e 27 de abril de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Com nova aquisição, carteira do FII GGR chega aos treze imóveis

Com direito a imagens aéreas realizadas por um drone, o FII GGR Covepi Renda (GGRC11) apresentou ao mercado sua nova aquisição. O décimo terceiro imóvel do fundo está localizado no Rio Grande do Sul e tem como locatário uma subsidiária da AMBEV.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
fii
fidc
cri
cra
Mais Lidos