Número de transações no secundário de FII atinge 4,3 milhões em fevereiro

Uma vez que fevereiro registra tradicionalmente o menor número de pregões dentre os meses de cada ano, é natural haver uma redução de montante e de número de negócios na comparação com janeiro. Mas não foi exatamente isso que ocorreu. Enquanto fevereiro marcou redução de 4,0% do montante negociado, o número de negócios atingiu o recorde histórico

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Mercado de FII cresce consideravelmente em 2020; fundos de renda fixa se destacam entre os FII listados

O mercado de FII finalizou 2020 com R$ 177,50 bilhões em PL consolidado e 552 fundos operacionais. Tais marcas representam 31,9% e 18,5% de crescimento frente ao que havia sido alcançado para estes indicadores ao fim de 2019, simbolizando mais um ano de ganho de importância dos FII dentro do mercado de capitais.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

BTLG11 adquire galpões em transação de quase R$ 200 mi

Ontem, ao final do dia, foi divulgado um fato relevante referente ao FII BTG Pactual Logística (BTLG11) que trouxe informações sobre a mais nova aquisição para a carteira do fundo. De acordo com o BTG Pactual, que exerce as funções de administrador e gestor do fundo, o preço total envolvido na transação seria de R$ 195,0 milhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Secundário de FII começa 2021 no positivo

Recentemente, foi publicada no TLON uma análise sobre dados de montante negociado e de número de transações realizadas com as cotas de FII negociadas na B3, ocasião na qual se constatou a quebra do recorde mensal para o indicador do número de transações. Agora, é hora de continuar analisando o panorama do mercado secundário de FII no primeiro mês de 2021, nos debruçando sobre o comportamento dos preços das cotas em questão.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Secundário de FII começa 2021 com o maior número de negócios da história

O mercado de FII está se consolidando, cada vez mais, como uma opção atrativa de aplicação para investidores brasileiros, sendo possível evidenciar isso através de um olhar sobre a liquidez das cotas de FII negociadas no mercado secundário ao longo dos últimos anos. É notório o crescimento consistente tanto do número de negócios quanto do montante negociado, tendo esses indicadores alcançado níveis muito elevados em anos recentes. Neste começo de 2021, a dinâmica permanece, com o melhor mês da história em termos de número de negócios.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Retorno a estágio crítico da pandemia limita o funcionamento de shoppings

A pandemia de COVID-19 tornou-se algo internalizado no cotidiano da sociedade, e junto com ela os hábitos, ideias e práticas que dela se originaram. A simbólica data que marca um ano da adoção de medidas restritivas ao funcionamento de estabelecimentos e à livre circulação de pessoas no Brasil se aproxima. Durante esse ano, a inconstância e a falta de previsibilidade foram a marca do período. Isso é demonstrado pela retomada de medidas restritivas no estado de São Paulo, após um breve período de progressivo relaxamento. Naturalmente, essas medidas trazem consigo repercussões significantes para a economia como um todo. E o mercado de capitais não foge disso.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

CVM vai fiscalizar 100% das transações feitas por FII no mercado de CRI

Na última semana a CVM divulgou o Plano Bienal de Supervisão Baseada em Risco (SBR) para o período 2021-2022. A SBR é um esforço da autarquia para atuar de forma mais preventiva do que reativa, de modo que a CVM busca identificar e classificar riscos de diversas áreas do mercado, inclusive fundos estruturados, e estabelecer diretrizes para sua atuação. Para o referido biênio, o órgão regulador priorizará quatro principais riscos, e em três deles a CVM prevê ações diretas no mercado de FII.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

CSHG alega não saber de mudança de sede da Enel, atualmente em imóvel pertencente à carteira do CBOP11

Hoje, 18 de janeiro, a CSHG, administradora do FII Castello Branco Office Park (CBOP11), divulgou fato relevante com o objetivo de atualizar os cotistas e o mercado em geral sobre a notícia veiculada na imprensa de que a Enel, locatária do fundo, estaria em processo de mudança de sede. Sozinha, a empresa de energia corresponde por 58,8% da receita de locação contratada do fundo.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

HGRE11 paga R$ 20 mi a título de sinal em transação de imóveis de condomínio corporativo

Ontem, dia 12 de janeiro, ao final do dia, foi disponibilizado ao mercado um fato relevante de autoria da CSHG trazendo algumas informações sobre novos imóveis da carteira do FII CSHG Real Estate (HGRE11), fundo em que exerce a atividade de administração fiduciária. Ao todo, o preço de aquisição a ser desembolsado pelos ativos é de R$ 36,2 milhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Secundário de FII termina 2020 com giro financeiro acima dos R$ 50 bi e com quase 40 milhões de transações

Em meio a um cenário de Taxa SELIC em queda, o mercado de FII já há algum tempo aparece como uma das alternativas favoritas dos investidores brasileiros que buscam retornos mais atraentes. Um termômetro desse movimento é o mercado secundário de cotas de FII, negociadas na B3, que tem apresentado nesse período um consistente crescimento em termos de montante negociado e de número de negócios. Em 2020 esses indicadores novamente alcançaram níveis significativos.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings

Mais Recentes
fii