Em 12/01/2018 a Liberum rebaixou as classificações de risco das cotas sênior e mezanino do FIDC Premier Capital, de ‘AA-’ para ‘A’ e de ‘BBB’ para ‘BB+’, respectivamente. No relatório divulgado são mencionados como fatores explicativos do rebaixamento a piora do perfil de risco dos créditos adquiridos e o crescimento da recompra de direitos creditórios no último trimestre. Com relação a esse último ponto, destaca-se que, de acordo com a agência, nos meses de outubro e novembro do ano passado foram alcançados níveis maiores do que 12,0% de recompras mensais em relação ao Patrimônio Líquido (PL). Além disso, o relatório aborda como fator negativo o atual contexto de maior ocorrência de operações intercompany, consideradas pela Liberum como operações mais arriscadas. A carteira de direitos creditórios do fundo é pautada principalmente em duplicatas e cheques de alto giro, provenientes de compra e venda de produtos e prestação de serviços. Os índices de subordinação equivalem a 52,0% do PL para as cotas sênior e a 26,0% do PL para as cotas mezanino.

Mais Lidos