No último dia 15 de fevereiro, a Credit Suisse Hedging-Griffo (CSHG), administrador dos FII CSHG Brasil Shopping (HGBS11) e CSHG Recebíveis Imobiliários (HGCR11), publicou Fatos Relevantes a respeito da discussão judicial envolvendo Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) adquiridos por esses dois fundos. O conteúdo dos documentos, por sua vez, coloca um ponto final em um caso que se arrasta há mais de dois anos, perpassando diferente instâncias judiciais, arquivamento de ações, penhora de imóvel dado em garantia e outros.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
Mais Lidos