KeyCash e Loft compram e revendem imóveis através de FII

A onda de startups que aliam tecnologia, inteligência de dados e plataformas digitais chegou com força ao mercado imobiliário. Podendo se alojar nos mais diversos ramos de negócios do segmento, as comumente denominadas proptechs podem atuar nas etapas de projeto imobiliário, construção e aquisição de imóveis, além de design de interiores e reformas. Duas das centenas de proptechs atualmente em operação no Brasil já começaram a operar seus próprios FII.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

XPLG11 investe R$ 204,9 milhões em novo imóvel

Ontem, dia 10 de junho de 2019, a Vórtx comunicou por meio de fato relevante que o Fundo de Investimento Imobiliário (FII) XP Log (XPLG11), do qual é administradora, comprou do FII Golden um galpão logístico, em transação que alcança a cifra de R$ 204,9 milhões. O imóvel, localizado na cidade de São José, no estado de Santa Catarina, possui área construída de 47.912,90 m² e atualmente encontra-se locado para as Lojas Renner.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

FII de moradia estudantil compartilhada será liquidado

Veja abaixo o resumo das atas publicadas na CVM entre 03 e 07 de junho de 2019.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Em explosão, secundário de FII já atinge quase R$ 1,8 bi em montante mensal negociado

Em novo recorde mensal, o montante negociado em cotas de FII na B3 atingiu, em maio de 2019, R$ 1,77 bilhão. A cifra representa um significativo aumento frente ao recorde anterior, atingido no mês de abril, de R$ 1,43 bilhão. Com isso, o montante acumulado em 2019 já marca os R$ 7,34 bilhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Quinta oferta de cotas do HGLG11 recebe registro

Recebeu registro ontem, 6 de junho, na CVM, a quinta oferta pública de distribuição de cotas do Fundo de Investimento Imobiliário (FII) CSHG Logística (HGLG11). Apesar de ter sido aprovada uma emissão de R$ 700,0 milhões em assembleia do fundo realizada no início do mês de maio, a oferta perfaz o montante inicial de aproximadamente R$ 550,0 milhões e será coordenada pela CSHG Corretora de Valores. Agora, o mercado de FII soma em 2019 um número de ofertas registradas superior ao alcançado no mesmo período do ano passado

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Cotistas de FII aprovam permuta de imóveis

Veja abaixo o resumo das atas publicadas na CVM entre 27 e 31 de maio de 2019.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Período de investimento do HBTT11 é prorrogado

Veja abaixo o resumo das atas publicadas na CVM entre 20 e 24 de maio de 2019.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Fundo da Prologis entra em operação e se torna o maior de Logística

O segmento de FII de Logística ganhou mais um participante de peso em 2019. Com uma emissão de R$ 2,33 bilhões já em janeiro, o FII Prologis Brazil Logistics Venture (PBLV11) se firmou como o maior fundo de logística deste mercado. Além disso, embora seja um fundo destinado apenas a investidores profissionais, suas cotas estão aptas para negociação em mercado de bolsa. 

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Interesse em Finanças Estruturadas? Reserve estes dois dias

Um evento que está se aproximando merece toda atenção. Há um racional difícil de contestar. O que se sucede?

O nível da curva de juros na economia brasileira, historicamente baixo, e relativamente estável há algum tempo, continua atuando como fator transformacional na alocação de investimentos entre classes de ativos por parte de todos os tipos de investidor. Desta forma, cresce a participação relativa de crédito privado como opção de investimento. Mesmo com uma demanda por recursos, por parte de empresas, que ainda não decolou, em função da velocidade lenta dos trâmites congressuais e do noticiário político barulhento neste primeiro semestre de nova administração de governo, os preços e os montantes emitidos e adquiridos no mercado de crédito privado vêm refletindo tal transformação.

Rendimentos de cotistas do TRNT11 são positivamente impactados

Foi noticiado na última semana mais um caso de inadimplência de locatário para com um Fundo de Investimento Imobiliário (FII) administrado pelo BTG Pactual. O fundo e o locatário em questão são o FII Torre Norte (TRNT11) e a Microsoft, sendo que esta, através da ausência do pagamento do mês de abril definido em contrato de aluguel que tem como objeto o imóvel da Torre Norte do Centro Empresarial das Nações Unidas – CENU, acabou por impactar negativamente a distribuição dos rendimentos dos cotistas do fundo em aproximadamente 26,81%. No entanto, de acordo com fato relevante divulgado ontem, 20 de maio de 2019, parece que este problema foi parcialmente solucionado.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
Mais Lidos