Jornal

Multinacional Rotam CropScience entra no mercado de FIDCs com captação de R$ 60 milhões

Um movimento tempestivo dos últimos anos no mercado de securitização brasileiro é, sem dúvidas, a presença de novas empresas, sejam elas nacionais ou estrangeiras, de diferentes portes. Uma dessas empresas é a Rotam, multinacional chinesa do agronegócio, que já realizou captações de recursos através do mercado de securitização brasileiro duas vezes nos últimos anos. Nas duas situações, explorou os CRAs como estratégia.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Com quase R$ 2 bi só em maio, ofertas de FIIs registradas mostram mercado aquecido

O mercado primário de fundos imobiliários parece aquecido. É o que se observa ao analisar os números no período de maio deste ano até a última sexta-feira (21): foram registradas sete ofertas, totalizando R$ 1,81 bilhões. Além disso, outros R$ 2,46 bilhões estão em análise pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). 

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FIDC da SumUp entra em operação com emissão de R$ 300 mi

Quando o mercado de FIDCs é analisado ou debatido, um tema de extrema relevância e que não pode ficar de fora do debate é o subgrupo de fundos que adquirem direitos creditórios originados em fluxos de arranjos de pagamentos. Mas você sabe o que isso significa e como a operação é formada? Neste artigo explicarei a você.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Secundário de CRIs desacelera e fecha quadrimestre com R$ 8,35 bi negociados

O mercado secundário de CRIs fechou o primeiro quadrimestre de 2021 com R$ 8,35 bilhões negociados em praticamente 30 mil negociações realizadas. Os dois indicadores de liquidez apresentaram alta. No entanto, estas altas se deram em menor proporção se comparadas ao mesmo período dos anos anteriores. A movimentação, em ritmo mais lento, pode indicar certa desaceleração no secundário de CRIs.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FIDC marca entrada em operação do braço financeiro da Rappi

Recentemente, empresas intensivas em tecnologia que não necessariamente pertencem ao setor financeiro começaram a ganhar terreno das fintechs, despontando como importantes agentes do mercado de crédito, por exemplo. Um exemplo consiste na Rappi, uma startup de entrega sob demanda que agregou serviços financeiros ao seu portfólio, culminando com o lançamento do RappiBank.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Planeta Securitizadora já nasce grande

A Gaia, uma das principais securitizadoras dos mercados de CRI e CRA, realizou uma assembleia de acionistas onde foi decidida a alteração do nome da companhia. Tradicional participante dos mercados de CRI e CRA, a securitizadora passa agora a se chamar Planeta.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Com menos de um ano de vida, FIDC já registra 86% de DC em atraso

Na última semana, a Finaxis, administrador do FIDC Vida Bank, publicou um Fato Relevante para informar o mercado a respeito do comportamento atípico de sua carteira de direitos creditórios. O fundo, que está há apenas 11 meses em operação, registrava em 06 de maio R$ 10,3 milhões, de um total de R$ 11,9 milhões, em direitos creditórios vencidos e não pagos.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Pluralidade marca a primeira edição do Conexão Uqbar

A Uqbar realizou ontem, 12 de maio, a primeira edição do Conexão Uqbar, um encontro periódico exclusivo de seus assinantes. A proposta do encontro é apoiar-se em dados e informações sobre os mercados de FIDC, FII, CRI e CRA para fomentar um diálogo franco entre os próprios assinantes.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Construção da Villa XP será financiada por meio de CRI

Em meados do ano passado a XP Inc (XP) surpreendeu o mercado após anunciar que construiria um novo campus, denominado Villa XP, no interior do estado de São Paulo, dando a entender que seguiria o modelo das sedes de gigantes mundiais de tecnologia como a Apple e o Google. Agora, tendo já decorrido alguns meses desde o anúncio, o projeto parece ter avançado, com a empresa perto de captar a maior parte dos recursos necessários para a empreitada através do mercado de CRI.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

CRI de shopping no RJ sofre rebaixamento de classificação de risco

Quando se discute os impactos da pandemia de Covid-19 no mercado de capitais, é muito comum que um dos primeiros nichos a serem lembrados seja o de FIIs de shopping centers, diante da redução drástica dos níveis de atividade e do fluxo de clientes destes empreendimentos. No entanto, não é só o mercado de FIIs que acaba sendo impactado pelo momento difícil dos shopping centers, como demonstra um recente comunicado divulgado pela Fitch.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
fii
fidc
cri
cra
Mais Recentes
fii