Jornal

Mais um CRA da Gaia mira o agricultor familiar

A Gaia Agro emitiu, no último dia 10 de dezembro, um CRA Verde que impactará uma comunidade no sul da Bahia. Esta não é a primeira vez que a securitizadora realiza uma operação centrada no pequeno produtor. Em maio de 2020 a Gaia Agro já havia emitido um CRA que tinha como sacado a Cooperativa de Produção Agropecuária Nova Santa Rita (Coopan), localizada em um assentamento no Rio Grande do Sul.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Vórtx assume operações de CRA da EcoSec

Recentemente, no início do mês de dezembro, foi divulgado no TLON a notícia de que a SLW estaria dando curso a um processo de interrupção de prestação de serviços no mercado de capitais. Pelo fato de a SLW ser uma tradicional empresa do ecossistema da securitização, seria natural que diversas operações de CRA, CRI e FIDC apresentassem lacunas de prestadores de serviço a serem preenchidas.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

EcoSec figura como líder no mercado primário de CRA em 2020

O ano de 2020 já adentrou em sua última quinzena e com isso, naturalmente, já é possível analisar quase que de forma completa como foi o comportamento do mercado primário de CRA. Neste artigo, será abordado o desempenho das securitizadoras do agronegócio através de uma observação da fotografia atual do Ranking Uqbar destes agentes, ordenados tanto por montante emitido quanto por número de operações, levando-se em consideração o período entre janeiro e novembro.

Cotistas de FII de shopping centers tomam decisão a respeito de venda de terreno

Uma das características mais marcantes do mercado de FII é a variada gama de tipos de imóvel em que os fundos podem investir. Historicamente, um dos grupos de fundos mais representativos da indústria é aquele que adquire participações em shopping centers, com alguns dos fundos mais famosos e cujas tomadas de decisões estratégicas estão sempre no radar dos investidores. Ontem, os cotistas de um desses fundos se reuniram em assembleia para deliberar sobre uma decisão importante a respeito de sua carteira.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

BASF está em processo de captação de recursos por meio de CRA da Gaia

Quem acompanha o mercado de CRA sabe que se tornou corriqueira a utilização deste título de securitização como instrumento de captação de recursos de grandes empresas. Essa dinâmica deve ser analisada com um olhar crítico nas ocasiões em que as operações são estruturadas apenas para refletir emissões de debêntures das próprias empresas. No entanto, o envolvimento de grandes empresas com essa indústria por si só não significa um problema, sendo possível que existam casos em que quem realmente precisa de alternativas de financiamento se beneficie. Um desses casos parece ser exemplificado por uma nova operação da securitizadora Gaia envolvendo a BASF Brasil (BASF).

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Agenda Regulatória da CVM prevê um 2021 de mudanças

A CVM divulgou ontem, 10 de dezembro, a sua Agenda Regulatória para 2021. Além da conclusão das sete audiências públicas iniciadas em 2019 e 2020, a autarquia também planeja abordar outros sete temas em consultas públicas futuras.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Maior oferta de CRA da história recebe registro

Foi registrada nesta semana na CVM a oferta pública das 1ª e 2ª séries da 12ª emissão de CRA da RB SEC. A oferta soma quase R$ 2,00 bilhões, o que a torna a maior oferta pública deste tipo de título já registrada na história. A emissão ainda pode ser aumentada conforme a demanda do mercado pelo título. A operação tem como lastro debêntures da empresa JBS. Se concluída ainda em 2020, esta operação levará o mercado primário de CRA a superar o ano de 2019 em volume de emissões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

FIDC Magalu, selecionado pelo BNDES, entra em operação

Uma das grandes notícias do mercado de FIDC em 2020, além da audiência pública da nova regulamentação desses fundos, foi o processo seletivo de fundos que compram direitos creditórios devidos por micro, pequenas e médias empresas, organizado pelo BNDES. Por meio da BNDESPAR, o banco se tornaria cotista desses FIDC, aportando até R$ 4,00 bilhões. Um dos fundos selecionados foi o FIDC Magalu, que compra recebíveis originados pela Magazine Luiza.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Secundário de FII registra média diária de 167 mil negócios

No último novembro, a média diária de número de negócios alcançou o segundo maior patamar histórico. Em paralelo, a média diária de montante negociado, embora não tenha atingido nível recorde, foi a segunda maior média dos últimos doze meses.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Emissões com risco concentrado aumentam participação no mercado de CRA

O mercado primário de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) caminha para encerrar o ano de 2020 em patamar bem próximo ao observado em 2019, com volume de emissões já superando R$ 10,00 bilhões. Tal qual ocorrido nos últimos anos, as operações de risco concentrado dominam o mercado e aumentaram ainda mais sua participação este ano.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
fii
fidc
cri
cra
Mais Recentes
fii
cri