Jornal

FII GGR Covepi adquire galpão logístico em São José dos Pinhais

O FII GGR Covepi Renda (GGRC11), representado por sua administradora, a CM Capital Markets, divulgou Fato Relevante para informar sobre a aquisição de parcela de galpão logístico localizado em São José dos Pinhais-PR. A compra ocorre menos de um mês após o fundo ter alienado uma planta industrial de fabricação de papel por R$ 54,0 milhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

CRI relacionados a bairro planejado têm classificação de risco elevada

A agência de classificação de risco Austin divulgou na última segunda-feira, dia 05 de novembro de 2018, um comunicado acerca da elevação da classificação de risco de uma das séries de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) da securitizadora Fortesec, ocorrida em 23 de outubro deste ano. Trata-se, mais precisamente, da 23ª série da 1ª emissão da securitizadora, que migrou de ‘BB-’ para ‘BB’.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Fundo da Kinea acerta compra de edifício da Aliansce

O FII Kinea Renda Imobiliária (KNRI11), através de seu administrador, Intrag DTVM, divulgou comunicado ao mercado no qual informar que celebrou compromisso de compra e venda do edifício Boulevard Corporate Tower, localizado em Belo Horizonte-MG, pelo valor de R$ 190,0 milhões. Com a aquisição, a carteira do fundo deverá passar para um total de 16 imóveis, igualmente divididos entre aqueles de tipo logístico e corporativo.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

FIDC de infraestrutura se multiplicam, consolidando importância do veículo para o setor

Por quase quatro anos o FIDC BB Votorantim Highland Infraestrutura figurou como o único fundo destinado a adquirir direitos creditórios originados de financiamento de projetos de infraestrutura que atendam aos requisitos da Lei 12.431. Dessa forma, também era o único que se beneficiava do regime tributário especial instituído pela norma. Esse cenário, porém, está perto de mudar radicalmente, com pelo menos mais três fundos de debêntures incentivadas de infraestrutura preparando emissões que podem superar a marca de R$ 1,00 bilhão.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Investidores de CRI da Cibrasec aprovam mudanças no cronograma de pagamento de principal e juros

Veja abaixo o resumo de decisões tomadas no âmbito de assembleias de CRI divulgadas na CVM entre 29 de outubro e 01 de novembro de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Edifício Galeria recupera quase R$ 3 mi de locatário inadimplente

O FII Edifício Galeria (EDGA11), representado pelo seu administrador, BTG Pactual DTVM, publicou Fato Relevante para informar que recebeu mais uma parte de pagamentos de alugueis e de demais encargos locatícios em atraso.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Cotistas do FII Opportunity deliberam sobre nova emissão

A BNY Mellon Serviços Financeiros, administradora do FII Opportunity, divulgou ontem, dia 05 de novembro de 2018, ata de assembleia geral de cotistas do fundo. Na pauta de deliberações da assembleia, ocorrida também na data de ontem, constava a aprovação para realização de uma nova emissão do fundo.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

FIDC comprará crédito com garantia em obras de arte

Atualmente, o principal veículo de securitização no Brasil, pelos critérios dimensionais de número de operações e patrimônio líquido consolidado, senão por outros critérios adicionais também, é o Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC), que vem sendo aprimorado ao longo de já mais de quinze anos, tanto em função do aprendizado da prática de mercado, quanto pelos avanços proporcionados pelo órgão regulador. Trata-se de um amplo conjunto de fundos que apresentam carteiras compostas por variados tipos de ativo-lastro, estes últimos referentes a diferentes segmentos econômicos e instrumentos jurídicos. Neste sentido, vale notar que entrou em operação ao final de setembro um novo FIDC, o qual tem como objetivo a atuação em um nicho especifico de mercado ainda não explorado por outros fundos do setor. O FIDC Finarte terá como foco a aquisição de créditos que contam com garantia composta por obras de arte nacionais.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Cotistas de FII aprovam emissão com valor próximo a R$ 1,00 bilhão

Veja abaixo o resumo das atas publicadas na CVM entre 29 de outubro e 01 de novembro de 2018.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Emissões de dois novos FIDC podem juntas se aproximar dos R$ 800,0 milhões

Foi divulgado, via CVM, no dia 29 de outubro de 2018, um instrumento particular de alteração do regulamento do Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) Geração Futuro III NP. A alteração, datada de 16 de outubro de 2018, aborda dentre outras questões a transferência da prestação de serviços fiduciários, mas o destaque de seu conteúdo se refere à aprovação para realização da primeira emissão de cotas do fundo, em classe única.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
fii
fidc
cri
cra
Mais Lidos