Jornal

FII cederá créditos para ISEC estruturar CRI

A indústria imobiliária é, sem dúvidas, um segmento da economia que conversa bastante com o mercado de capitais. Nas finanças estruturadas, essa associação se mostra principalmente por meio dos FII e dos CRI, sendo possível que em muitas ocasiões ocorra uma interação entre os mecanismos proporcionados pelo veículo e pelo título a fim de formar uma estrutura mais complexa. Um bom exemplo deste dinâmica é dado pelo FII BRL VI e pela ISEC Securitizadora.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Uqbar e BACEN discutem transformação digital do mercado de capitais

No momento de adversidade pelo qual o Brasil passa, é crucial que os agentes públicos priorizem estratégias que atenuem os prejuízos socioeconômicos provocados pelo surto de COVID-19. No entanto, para que o país continue provendo um incremento no bem estar da população, é importante também que, paralelamente, se prossiga com a construção de estratégias para o desenvolvimento da economia. Peça fundamental neste processo, o Banco Central (BACEN), representado por Otávio Damaso, diretor de regulação da autarquia, participou ontem do Café Uqbariano para conversar com a Uqbar e o mercado a respeito de iniciativas para se alcançar tal objetivo.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Projeto de Lei pode impactar FIDC de crédito consignado

Na semana passada, no dia 18, como medida para atenuar os efeitos econômicos advindos da pandemia de COVID-19, o Senado Federal aprovou o Projeto de Lei número 1.328/2020, que suspende por um período de 120 dias o pagamento de parcelas de contratos de crédito consignado. Dentre os favorecidos por esta medida estão pessoas que recebem benefícios previdenciários, além de servidores e empregados dos setores público e privado, ativos e inativos.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Além do IFIX, mercado de FII ganha mais três índices criados pela XP

A XP Investimentos lançou, na última semana, três novos índices de FII para o acompanhamento do desempenho do mercado. A iniciativa atuará como um contraponto ao IFIX, desenvolvido pela B3.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

MAXR11 recebe pagamentos de locatários antes inadimplentes

Nos últimos tempos, em função de toda a adversidade econômica que o país enfrenta, os casos onde os locatários de imóveis detidos por FII apresentam problemas para honrar com o pagamento pontual de aluguéis têm se tornado mais corriqueiros. Isso ocorreu em junho com o FII Max Retail (MAXR11), mas a inadimplência se resolveu nesse mesmo mês.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Quantidade de FIDC em operação segue aumentando

Enquanto o número de FIDC operacionais atingiu seu recorde histórico em maio de 2020, o patrimônio líquido (PL) consolidado da indústria registrou sua primeira queda no ano. Apesar da redução, concentrada em fundos de Recebíveis Comerciais e Crédito Pessoa Jurídica, o PL ainda se situa em nível superior ao registrado em janeiro de 2020.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Fundo comprará recebíveis do Grupo KWS

Não é apenas o mercado de CRA que tem atraído a atenção de um dos segmentos mais importantes da economia brasileira. Como a expansão do segmento de Recebíveis do Agronegócio demonstra, uma sequência de novos FIDC relacionados ao agronegócio tem entrado em operação mês após mês. Um dos próximos a estrear nesse mercado comprará recebíveis originados de vendas de sementes de milho, soja e sorgo.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

True consolida liderança em ranking de securitizadoras

Em 2020, até maio, foram emitidos R$ 4,60 bilhões em CRI, distribuídos em 82 operações. Desse total, uma única securitizadora imobiliária foi a responsável por quase 30,0% do montante emitido e por mais de um quarto do número de operações, conquistando, pelo segundo mês seguido, a liderança dos rankings sob cada um desses critérios. Isso, no entanto, não implica em um primeiro lugar conquistado com folga, já que as vice-líderes de cada ranking estão a pouca distância.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Com nova operação, Raízen se torna responsável por 11% do mercado primário de CRA

Na última segunda feira, dia 15, foi concluída a oferta de mais um Certificado de Recebível do Agronegócio (CRA) devido pela Raízen, gigante do setor sucroalcooleiro brasileiro e tradicional captadora de recursos por meio deste título. Trata-se das 1ª e 2ª séries da 10ª emissão da True Securitizadora, tendo lastro em debêntures emitidas pela sucroalcooleira. Esta é a oitava captação via CRA realizada pela Raízen. Com esta nova operação o mercado de CRA se aproxima de R$ 5,00 bilhões emitidos no ano.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

MALL11 e VSHO11 divulgam atualizações sobre processo de abertura de seus shopping centers

A atualização de informações a respeito do funcionamento de shopping centers ao redor do país se tornou algo comum no mercado de FII. Não é de se espantar, já que este tipo de empreendimento é um dos preferidos dos gestores de FII na hora de compor suas carteiras, sendo o nicho de fundos que investe preponderantemente neste tipo ativo um dos mais representativos da indústria de FII como um todo. Continuar trazendo tais informações é importante, e, neste sentido, destaca-se que o mercado agora tem acesso a novas atualizações sobre o funcionamento de shoppings dos FII Malls Brasil Plural (MALL11) e Votorantim Shopping (VSHO11).

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
fii
fidc
cri
cra
Mais Recentes
fii