A atual situação de adversidade econômico-financeira da PDG Realty, incorporadora em processo de recuperação judicial, é de amplo conhecimento do mercado. A PDG Securitizadora, braço da empresa atuante na emissão de títulos de securitização, não foge desse contexto. Muito embora a recuperação judicial da emissora não afete os Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) por ela emitidos, em virtude de mecanismos como o regime fiduciário e o patrimônio separado, que isolam o CRI do patrimônio da PDG, os investidores de alguns CRI acabaram por decidir transportar os CRI para outra securitizadora.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
Mais Lidos