As emissões de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) totalizaram, em 2019, R$ 21,73 bilhões. A cifra representa um crescimento de impressionantes 137,8% frente ao montante emitido em 2018, R$ 9,14 bilhões, e de 20,1% na comparação com o recorde anterior, R$ 18,09 bilhões, atingido em 2016. Além disso, pelo terceiro ano consecutivo, todas as operações emitidas se qualificaram como operações de mercado, segundo os critérios adotados pela Uqbar. Mas o recorde não se restringe ao montante. Tanto o número de operações como o de séries emitidas também atingiram seu ápice em 2019.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Recentes