Há pouco tempo o TLON abordou a relação entre os mercados de CRI e FII, utilizando para tal o caso do FII BRL VI e da ISEC Securitizadora, onde o fundo cedeu créditos para a securitizadora estruturar um CRI. Nos últimos dias foi possível observar mais um caso onde essa dinâmica se repetiu, desta vez envolvendo o FII TRX Real Estate II (TRXB11) e a Bari Securitizadora. Trata-se da 82ª série da 1ª emissão da securitizadora, em montante de R$ 216,4 milhões.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
Mais Recentes