O ano de 2012 até setembro apresenta um volume de emissões de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) inferior ao registrado no mesmo período do ano anterior. Neste ano foram emitidos R$ 4,78 bilhões em CRI, divididos em 78 operações, o que representam quedas de 40,5% e 27,8%, respectivamente, em relação ao que tinha sido registrado até setembro no ano anterior, quando estes valores eram de R$ 8,04 bilhões e de 108 operações.

As securitizadoras imobiliárias RB Capital* e Gaia são as que mais emitiram CRI em termos de montante emitido e de número de operações realizadas em 2012 respectivamente. A primeira detém a primeira colocação do ranking por ter emitido CRI que somam R$ 1,41 bilhão e a segunda por ter realizado 25 operações. Juntas emitiram o equivalente a 52,1% do montante total emitido por todas as securitizadoras do mercado e realizaram 50,0% do número consolidado de operações do ano.

No ranking por montante emitido, a cifra emitida pela RB Capital representa 29,6% do total emitido no ano. Nas segunda e terceira posições estão a Gaia com R$ 1,08 bilhão (22,5%) e a Brazilian Securities com R$ 712,5 milhões (14,9%) respectivamente. A quarta posição é ocupada pela Nova Securitização que, em setembro, emitiu uma operação no valor de R$ 145,0 milhões. Com esta emissão a companhia alcançou o montante emitido em 2012 de R$ 407,0 milhões (8,5%), ultrapassando a Cibrasec, agora a quinta colocada com R$ 375,5 milhões (7,9%) e a Brazil Realty, agora a sexta colocada com R$ 300,0 milhões (6,3%). A figura abaixo monstra a composição das emissões de CRI em 2012 até setembro por securitizadora.

Quando as Securitizadoras Imobiliárias são classificadas pelo número de operações realizadas no ano, a Gaia, como já mencionado, está na liderança com as suas 25 (32,1%) operações realizadas. Na segunda posição está a RB Capital com 14 (17,9%) operações e na terceira a Brazilian Securities com 11 (14,1%) operações. Em seguida, a Cibrasec ocupa o quarto lugar do ranking com nove (11,5%) operações. Por fim, a Polo Capital aparece na quinta colocação com quatro (5,1%) operações.

Quando se analisa o quadro de liderança neste mercado no ano passado no mesmo período, o retrato em setembro apontava para a Brazilian Securities como securitizadora imobiliária líder do ranking então, com um montante emitido de R$ 2,14 bilhões (26,6% do total), referente a 41 operações. A segunda posição era ocupada pela Cibrasec, com R$ 1,97 bilhão em emissões (24,5%), referente a quatorze operações. A RB Capital era a terceira colocada, com um montante emitido de R$ 1,73 bilhão (21,5%), referente a 21 operações, e a PDG estava na quarta posição, com R$ 947,3 milhões em emissões (11,8%), referentes a nove operações. Por fim, a Gaia vinha em quinto lugar, com apenas R$ 645,7 milhões em emissões (8,0%), referentes a quinze operações.

Comparando-se a variação do mercado como um todo com as variações individuais de cada securitizadora, em termos de montante emitido de CRI, entre 2011 e 2012, das cinco securitizadoras imobiliárias mencionadas acima no ranking de 2011, nota-se que a Gaia teve um desempenho bem superior ao do mercado, tendo aumentando o seu montante emitido em 66,9% (de R$ 645,7 milhões para R$ 1,08 bilhão) e o seu número de operações realizadas em 66,7% (de 15 para 25).

A RB Capital, por sua vez, seguiu a tendência de queda do mercado, haja vista a redução de 18,3% do montante emitido pela securitizadora imobiliária (R$ 1,73 bilhão para R$ 1,41 bilhão) e a redução de 21 para 14 operações realizadas pela mesma. Contudo, ainda assim a RB Capital teve desempenho acima do obtido pelo mercado na variação de 2011 para 2012.

As outras três securitizadoras analisadas tiveram um rendimento em emissões abaixo do obtido no consolidado. Juntas, tinham participação no montante emitido consolidado de 62,8% (R$ 5,05 bilhões) em 2011. Em 2012, tal participação caiu para 24,8% (R$ 1,19 bilhão). Quanto à participação no número de operações, esta diminuiu de 59,3% (64) para 29,5% (23). O gráfico abaixo mostra as variações de montante emitido de CRI das securitizadoras analisadas.

*Compreende-se RB Capital como as securitizadoras RB Capital Securitizadora e RB Capital Companhia de Securitização em conjunto.

Rankings
Mais Lidos