A Fitch atribuiu a classificação de risco ‘BBB+(exp)sf(bra)’ à proposta de emissão da 5ª série da primeira emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) da TRX Securitizadora em montante nominal de R$ 110,0 milhões. A emissão tem lastro em uma Cédula de Crédito Imobiliário representativa dos recebíveis imobiliários oriundos de um contrato de locação não residencial, na modalidade de compra para locação, firmado entre a Cotia Armazéns Gerais (locatária) e o Fundo de Investimento Imobiliário EDOM 01 (locador). O fundo adquiriu, por R$ 110,0 milhões, o direito real de superfície do imóvel por 11 anos, e o locará, nos termos do contrato de locação, pelo prazo de dez anos. O imóvel em questão é um centro logístico composto por três galpões logísticos, estruturas de apoio e pátios de armazenagem. O imóvel será dado em garantia à operação, por meio de alienação fiduciária. A locatária será a fonte pagadora dos aluguéis que lastreiam esta emissão. O contrato de locação também dispõe de fiança prestada pelas empresas Cotia Vitória Serviços e Comércio e Cotia Empreendimentos Logística e Participações. Ademais, a operação conta com uma fiança bancária como reforço de liquidez. Os títulos serão indexados ao IPCA acrescido de taxa de juros a ser definida durante o processo de bookbuilding. Esta série de CRI tem o vencimento previsto para setembro de 2024.

Rankings
Mais Recentes
fii