A Fitch elevou a classificação de risco da primeira série da segunda emissão de CRI da Gaia Securitizadora de ‘AA+(bra)’ para ‘AAAsf(bra)’. A operação é composta por duas séries – uma sênior e outra subordinada – e lastreada por uma carteira de financiamentos imobiliários residenciais e comerciais originados pela Brookfield Incorporações e outras construtoras pertencentes ao mesmo grupo econômico. O principal é corrigido pelo IGP-M e acrescido de juros remuneratórios de 9,15% a.a.. A agência informa que a elevação se deve ao rápido aumento do reforço de crédito para a primeira série, que chegou a níveis muito elevados, ao mesmo tempo, em que os índices de inadimplência continuam em patamares moderados. Entre julho de 2012 e junho de 2013 o reforço de crédito aumentou de 32% para 54,5%.
Rankings
Mais Lidos