Com o elevado volume de emissões nos dois primeiros quadrimestres de 2015, o consolidado de emissões de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA) desde 2009 -  ano em que ocorreu a primeira emissão deste título - alcançou a expressiva cifra de R$ 6,38 bilhões, distribuídos em 57 operações. Com o franco desenvolvimento deste mercado nos últimos anos, a atuação do agente fiduciário das operações de CRA tem ganho cada vez mais relevância. Este tipo de participante desempenha papel de grande importância no desenrolar da vida de um CRA. São estas instituições que têm a missão de zelar pela proteção dos direitos e interesses dos investidores, através do acompanhamento da administração da carteira de ativos securitizados e do monitoramento das atividades de outros terceiros atuantes na operação. Desde a primeira operação realizada neste mercado, ainda em 2009, cinco diferentes instituições já atuaram como agente fiduciário em emissões de CRA.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Mais Lidos