O ano de 2016 já se consolidou como um ano de volume recorde de emissões de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA). Entre janeiro e novembro de 2016 o mercado primário deste título já atingiu R$ 8,46 bilhões, mais de R$ 3,00 bilhões a mais do que o registrado no mesmo período de 2015. Porém, o alto volume de emissões de CRA ocorrido neste ano tem seu principal impulso no forte desempenho das operações de lastro corporativo realizadas neste mercado. Este tipo de operação de CRA já sobrepuja, por larga margem, aquelas de lastro pulverizado, tendo 90,0% das emissões ocorridas em 2016.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos