Na primeira semana do mês de outubro, a Ápice Securitizadora emitiu, no valor de R$ 4,38 bilhões¹, a maior operação de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) da história deste mercado. No entanto, deste montante, somente os CRI subordinados (17ª série) desta operação, no valor de R$ 3,29 bilhões, foram efetivamente subscritos e integralizados. De acordo com o termo de securitização da operação, os CRI sênior (18ª série) serão objeto de distribuição pública de acordo com a ICVM nº 400. Até agora, o montante de emissões de CRI realizadas este ano alcançou a cifra de R$ 9,18 bilhões, 3,8% abaixo dos R$ 9,54 bilhões emitidos em todo o ano de 2012. Contudo, se a 18ª série da Ápice for totalmente integralizada (R$ 1,09 bilhão), o volume de emissões neste ano ultrapassará o valor do ano anterior, permanecendo aquém apenas do montante emitido em 2011 (R$ 13,57 bilhões), o maior volume anual da história.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos