No período compreendido entre setembro de 2013 e agosto de 2014 a indústria de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) alcançou o maior patamar de montante emitido já registrado em doze meses corridos. Foram R$ 21,76 bilhões de CRI emitidos, por um total de vinte securitizadoras, correspondentes a 124 operações diferentes. Grande parte deste montante se refere a “megaoperações”, aquelas de montante superior a R$ 500,0 milhões. Nestes doze meses, apenas oito operações somaram R$ 13,38 bilhões, ou 61,5% do total. Destas megaoperações, boa parte dos CRI emitidos foram adquiridos pelo próprio cedente, ou empresa do mesmo grupo, não se caracterizando assim como operações de mercado, aquelas em que o captador de recursos não é o mesmo que o investidor de recursos. Tais operações que não são de mercado têm finalidades distintas.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Recentes
fii