Com o montante total de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) emitidos em 2014 tendo atingido a marca de R$ 16,89 bilhões, cabe entender, por alguns critérios, como por exemplo pelo tipo de indexador utilizado para efeito de remuneração dos títulos, a composição deste mercado primário. A análise desta composição revela, de modo preliminar, a predominância do uso de determinado indexador. Confirmando um comportamento já verificado em 2013, no último ano uma fatia equivalente a 67,8% do montante consolidado das emissões de CRI teve a Taxa Referencial (TR) como indexador de remuneração.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Recentes