O mês de julho de 2015 entrará para a história do mercado de securitização imobiliária como um dos mais fracos em termos de montante emitido de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI). Apenas quatro operações foram realizadas no mês totalizando R$ 100,7 milhões em títulos emitidos. Antes desta marca, o menor montante mensal captado havia sido registrado em agosto de 2009, R$ 78,2 milhões. A queda é a segunda consecutiva no ano e, de certa forma, esperada. Para uma análise das transformações no mercado de CRI, ver Emissões de CRI caem em junho e perfil de lastro pode se alterar”.  

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos