Em um contexto de predominância de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) mais genuinamente de mercado, tendo somado R$ 8,93 bilhões em montante e 134 operações em 2017, 23 diferentes emissoras disputaram o ranking Uqbar de securitizadoras imobiliárias. A predominância das operações de mercado em 2017 se combina com um movimento de diminuição do montante emitido por securitizadoras ligadas aos grandes bancos ou construtoras, ao passo que um novo conjunto de securitizadoras ingressou ou ressurgiu no mercado, se destacando por atuar com um conjunto diversificado de captadores de recursos, por exemplo. Apesar do maior número de securitizadoras já registrado, a Ápice conquistou, pela primeira vez, o posto mais alto dos rankings de emissões de 2017 por montante emitido e por números de operações.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos