Em 2018 o mercado primário de emissões de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) totalizou R$ 9,10 bilhões, correspondentes a 129 operações. Trata-se do segundo ano consecutivo em que todas as operações com emissões deste título se qualificaram como operações de mercado, segundo os critérios adotados pela Uqbar. Operações consideradas como mais genuinamente de mercado são aquelas que não utilizam a Taxa Referencial (TR) na estrutura de remuneração dos CRI e que não tem seu cedente assumindo o papel exclusivo de investidor, desta forma fomentando de fato o mercado de crédito imobiliário e captando junto a investidores pulverizados.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos