Nesta semana ouviu-se na mídia, com certa ênfase, menções à securitização imobiliária. Tais alusões enfáticas, partindo de fonte quase governamental, não deixam de ser fator quase inédito. Principalmente quando tal fonte está se tornando responsável pela maior carteira de crédito imobiliário no país. E sobretudo se tais citações ocorreram de uma perspectiva que insere a securitização como parte protagonista da solução do crescimento sustentável do financiamento imobiliário em nossa economia.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
Mais Lidos