Tomou lugar, no último dia 26 de junho, assembleia geral de credores da Urbplan. A reunião tem como ordem do dia a aprovação, modificação ou rejeição do Plano de Recuperação Judicial apresentado pelo grupo Urbplan, entre outras matérias. A rejeição do plano, ou a sua modificação sem a devida aquiescência da Urbplan, pode ensejar a falência da companhia, que é devedora do lastro de determinados CRI.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos