Com um montante emitido de R$ 1,58 bilhão, o terceiro trimestre de 2011 foi marcado por uma queda no nível de atividade no mercado de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) em relação ao trimestre anterior. Entre abril e junho de 2011 foram emitidos R$ 1,78 bilhão, portanto, na comparação trimestral houve uma queda de 11,4%.

Por outro lado, nos primeiros nove meses de 2011 os CRI alcançaram a marca de R$ 7,82 bilhões em montante emitido. Este valor representa um crescimento de 40,4% em relação ao mesmo período de 2010, ou 91,5% do total emitido naquele ano.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Recentes
cri