Como era esperado, a maior operação de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) já realizada no mercado nacional (ver artigo “R$ 2,02 bilhões é o novo recorde de emissão de uma operação de CRI” do último dia 09) trouxe uma mudança na liderança do ranking de montante emitido de CRI no ano até outubro.

Após a emissão das duas séries de CRI no valor de R$ 2,02 bilhões, lastreadas nos recebíveis imobiliários cedidos pela Caixa Econômica Federal e adquirida, no caso da cota sênior (R$ 1,86 bilhão), pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, a Gaia passou a liderar o ranking de montante emitido com uma participação de 26,4% do total emitido até outubro. No ano, a securitizadora realizou dezessete operações que somam R$ 2,71 bilhões. Até setembro a Gaia ocupava a quinta posição neste rankingSecuritizadora1/1/2011 a 31/10/20111/1/2011 a 30/09/2011PosiçãoMontante Emitido (R$ milhões)Participação(%)PosiçãoParticipação(%)Gaia12.70726,458,6Brazilian Securities22.21021,6126,8Cibrasec31.98419,4224,5RB Capital41.75817,2320,9PDG59479,3411,8Outras-6396,3-7,4

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Recentes