A Direcional Engenharia publicou Fato Relevante para informar que foi aprovada a participação da companhia na qualidade de devedora dos créditos imobiliários que servirão de lastro à emissão de CRI, a ser objeto de oferta pública com esforços restritos de colocação, nos termos da ICVM 476. A 341ª série da 1ª emissão de CRI da Brazilian Securities terá valor nominal unitário de R$ 1,0 milhão na data de emissão dos títulos, perfazendo o valor total de emissão de R$100,0 milhões, em distribuição a ser coordenada pelo Banco Itaú BBA. Os CRI têm como lastro uma CCI a ser emitida pelo Itaú Unibanco, com base em CCB no valor de R$ 100,0 milhões, representativa da integralidade de crédito imobiliário a ser concedido pelo Itaú Unibanco à Direcional Engenharia. O documento acrescenta que, as obrigações assumidas pela companhia decorrentes da CCB serão garantidas por meio de cessão fiduciária sobre: (i) direitos creditórios relacionados no respectivo contrato de cessão fiduciária oriundos da comercialização das unidades imobiliárias de empreendimentos imobiliários; (ii) os direitos e valores depositados pelos compradores das unidades imobiliárias em contas bancárias designadas especificamente para o recebimento destes valores; (iii) direitos creditórios decorrentes de aplicações financeiras contratadas junto ao Itaú BBA e/ou ao Itaú, com risco final dos mesmos, incluindo CDB e operações compromissadas; todos de titularidade de determinadas sociedades de propósito específico controladas pela Direcional Engenharia.
Rankings
Mais Lidos