A Fitch atribuiu a classificação de risco preliminar ‘AAA(exp)sf(bra)’ à proposta de emissão das 302ª, 303ª e 304ª séries da primeira emissão de CRI da Brazilian Securities, em montante total de até R$ 500,0 milhões. A Petrobras é a locatária dos contratos atípicos de locação que lastreiam a operação. A 302ª série é lastreada pela parcela F dos aluguéis devidos pela Petrobras em razão da locação, nos termos de um contrato built-to-suit, de um centro administrativo em Vitória. As 303ª e 304ª séries são lastreadas, respectivamente, pelas parcelas E e F dos aluguéis relacionados à locação nos termos de contratos built-to-suit de um laboratório de fluidos em Macaé e de um centro administrativo em Santos. A Petrobras é a detentora de 99,0% das cotas do FII RB Logística, que é o detentor dos imóveis. Os títulos são corrigidos monetariamente pelo IPCA e acrescido de taxa de juros a ser definida em processo de bookbuilding.
Rankings
Mais Lidos