No primeiro bimestre de 2015 o montante emitido em Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRI) alcançou a marca de R$ 1,01 bilhão, montante este que é 63,2% inferior àquele referente ao mesmo período em 2014, de R$ 2,75 bilhões. Comparativamente aos montantes emitidos em bimestres anteriores, o desempenho deste último bimestre apresenta forte retração, tendo sido o menor desde o 3º bimestre de 2013. Por outro lado, em relação ao número de operações de CRI realizadas, em janeiro e fevereiro de 2015, em conjunto, ocorreram 16, número que é 33,3% superior às 12 operações concretizadas no mesmo período de 2014.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos