A Ápice Securitizadora Imobiliária informa por meio de Fato Relevante que requereu o registro da oferta pública de distribuição primária de CRI sênior que perfaziam, na data de emissão, 2 de outubro, o montante de R$ 1,08 bilhão. A respectiva operação é lastreada em créditos imobiliários decorrentes de financiamentos imobiliários realizados pelo Itaú Unibanco junto a devedores para aquisição de imóveis residenciais. Estes créditos imobiliários contam com alienação fiduciária em garantia e taxa de juros fixa. O registro de oferta pública foi pedido por meio de procedimento simplificado resultante de convênio entre CVM e ANBIMA que permite que a associação realize as análises preliminares dos pedidos de registro de ofertas públicas. A Ápice informa ainda que oportunamente será publicado Aviso ao Mercado contendo mais informações sobre as características da oferta. A operação em questão totaliza R$ 4,38 bilhões e é composta pelas 17ª e 18ª séries da 1ª emissão, títulos sênior e subordinados, sendo que o último tem como investidor o próprio banco cedente. Esta é a maior operação já realizada no mercado de CRI, como abordado na curta “Operação recorde de R$ 4,38 bilhões em CRI vem a mercado” e nos artigos “Emissões de CRI em 2013 se aproximam dos R$ 10,0 bilhões” e “Mega operação coloca Ápice como líder no ano em montante de CRI”.
Rankings
Mais Recentes