No dia 07/03/2017 a agência de classificação de risco S&P atribuiu, de forma preliminar, a nota ‘AA-’ à primeira série de cotas sênior do FIDC Crédito Universitário II, ainda não emitidas. O fundo obterá em sua carteira, quando for estruturado, direitos creditórios provenientes de contratos de empréstimos educacionais. De acordo com o relatório da agência, o montante da emissão será equivalente a uma cifra de R$ 50,0 milhões e a rentabilidade almejada corresponderá à Taxa DI com spread de 2,7%. Em teoria, a operação contará com reforço de crédito, via subordinação, de 30%. No entanto, a S&P argumenta que a subordinação realmente disponível para as cotas avaliadas corresponde a 25%, já que no regulamento do FIDC está explicitada a permissão para compra de direitos creditórios cujos vencimentos ocorrem posteriormente aos vencimentos das cotas sênior em até 5% do patrimônio líquido.

Rankings
wfidc_fidc_artigos_lateral
Mais Lidos