A SOCOPA, administradora do FIDC Artesanal MP Microfinancas, publicou Fato Relevante para informar aos seus cotistas e demais interessados que, em 14 de março de 2018, a Liberum Ratings rebaixou as classificações de risco das cotas sênior, mezanino B e subordinadas do fundo. Os rebaixamentos das notas refletem o aumento de créditos vencidos e a diminuição de cobertura de provisão.

Para as cotas sênior o rebaixamento foi de BBB- para BB. As cotas mezanino B, por sua vez, tiveram nota rebaixada de BB para B. Por fim, as cotas subordinadas foram rebaixadas de B para CCC. Ao final de fevereiro as cotas sênior, mezanino e subordinada apresentavam PL de R$ 11,2 milhões, R$ 6,1 milhões e R$ 15,1 milhões, respectivamente. Este é o segundo rebaixamento que ocorre com estas cotas em menos de um ano, sendo que o primeiro aconteceu em agosto último.

Em seu relatório a agência alega que os rebaixamentos refletem o aumento dos créditos vencidos e a diminuição da cobertura de provisão (PDD) no fundo, destacando o crescimento dos créditos vencidos acima de 180 dias. Ao fim de fevereiro, segundo Informe Mensal do fundo, o montante em atraso acima de 180 dias totalizava R$ 8,9 milhões (23,6% da carteira do fundo), enquanto o PDD era de R$ 6,5 milhões na mesma data. Nos últimos doze meses, enquanto o montante em direitos creditórios (DC) subiu 20,2%, os montantes em atraso acima de 180 dias aumentou 320,1% e o PDD se elevou 97,5%.

Na Figura 1 abaixo é possível observar a evolução dos montantes de atraso acima de 180 dias, de PDD e de DC nos últimos doze meses.

A carteira deste FIDC é composta por créditos oriundos de financiamentos para aquisição de veículos usados contratados junto à empresa Money Plus. Os DC são representados por CCB com garantia de alienação fiduciária dos veículos.

Rankings
Mais Lidos