Ao longo de 2019, 208 Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) entraram em operação, perfazendo, no encerramento do ano, um patrimônio líquido (PL) de R$ 34,75 bilhões. Dentro deste universo, foi a Terra Investimentos e a Socopa as empresas que mais se destacaram na administração destes novos FIDC, levando-se em conta o montante de PL e a quantidade de fundos, respectivamente.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos