Os negócios no mercado secundário de fundos de investimento em direitos creditórios (FIDC) tiveram um mês de baixo volume em outubro. O montante consolidado de negócios de cotas de FIDC, registrados na Cetip ou transacionados na BM&FBOVESPA, foi de R$112,1 milhões (22 negociações), uma contração de 68% em comparação ao mês de setembro quando o volume atingiu R$354,7 milhões (40 negociações).

Do montante negociado em outubro, apenas R$ 2,0 milhões se referem à negociações em um intervalo de até 180 dias após a data de emissão da respectiva cota, de tal forma que os R$110,1 milhões restantes podem ser caracterizados como negócios do mercado secundário. O título de maior montante negociado em outubro voltou a ser, pelo segundo mês consecutivo, a cota sênior do BMG Créditos Consignados VI, com um total negociado de R$ 54,0 milhões. Estes títulos foram negociados a uma remuneração de aproximadamente 108% da taxa DI, com um duration de menos de um ano e classificação AAA por duas agências de classificação de risco. O segundo título mais líquido no período foi a cota sênior do JP Morgan I, com um montante transacionado de R$24,1 milhões. A cota sênior do CESP IV voltou a figurar entre os três títulos mais negociados pelo terceiro mês consecutivo, com um volume de R$11,6 milhões. As negociações destes três títulos foram registradas na Cetip.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Recentes
fii