Em 2017 se acumulam treze trocas de administradores de Fundos de Investimento Imobiliários (FII). A motivação para tais alterações nem sempre se fundamentou em custo. De tal forma que em vários casos a taxa de serviços cobrada pelo novo administrador se elevou em relação à taxa do administrador anterior. A Uqbar analisa neste artigo as movimentações ocorridas em relação ao serviço de administração de FII operacionais em 2017.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
Mais Lidos