Em 2013 a S&P foi a agência de classificação de risco que mais classificou cotas de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) – em termos de montante. Ao classificar R$ 3,42 bilhões em cotas, ou 38,8% do montante total classificado – pouco menos do dobro do segundo colocado, a Fitch, - aquela agência alcançou a primeira colocação do ranking de agências de classificação de risco para o ano de 2013. Sob a ótica do número de cotas que receberam classificação de risco, porém, a agência líder foi a Austin, com 53 classificações, representando 30,6% do total.


Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Mais Lidos