A constituição brasileira, como muitos sabem, tentou resolver no papel muito do que se mostraria inviável na prática. De perfil distante do anglo-saxão, a lei fundamental da nação, um tanto intervencionista e protecionista em sua versão de 1988, saiu gorda de boas intenções. Muitas destas, no entanto, acabaram se tornando parte do famoso custo Brasil ou se esvaindo por conta da eterna postergação da criação da tal lei complementar, frequentemente necessária para terminar de fato o trabalho dos constituintes.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Rankings
wfidc_fidc_artigos_lateral
Mais Lidos