Em 2016, o número acumulado de transações registradas na Cetip envolvendo cotas de Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) apresenta considerável expansão em relação ao ano anterior. O número parcial referente aos onze meses de 2016 já ultrapassa a marca dos 6.500 negócios, superando em 34,8% o número para todo o ano de 2015. O montante negociado acumulado nos onze meses de 2016, por sua vez, situa-se acima da marca de R$ 3,00 bilhões, mas ainda não suplantou a cifra referente a todo o ano de 2015.

Em termos do número de negociações com cotas de FIDC, houve elevação de 34,8% em relação ao número registrado para 2015. Ao todo, até novembro de 2016, foram 6.893 negócios com cotas de FIDC registradas na Cetip, ao passo que nos doze meses de 2015 haviam sido registrados 5.114 negócios.

Na Figura 1 abaixo é possível observar o comportamento mensal do número de negócios com cotas de FIDC na Cetip nos últimos dois anos. Nota-se que o número de negócios em 2016 superou o de 2015 em todos os meses.

Figura 1 – Evolução mensal do número de negócios

Até o final de novembro de 2016, R$ 3,25 bilhões em cotas de FIDC já haviam sido negociados na Cetip, o que representa queda de 3,3%, tendo em vista que a cifra total para 2015 se situou em R$ 3,36 bilhões.

Cabe salientar que ao longo de 2015 houve um alto volume de negociações envolvendo as cotas do FIDC Rio Forte. Este era um fundo de diversas peculiaridades, conforme reiterado em diversos artigos publicados no Portal TLON. Ainda no correr de dezembro de 2015, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) deliberou pela suspensão das negociações com cotas deste fundo, depois de ter identificado irregularidades. Desde abril de 2016 o fundo também não apresenta Informes Mensais.

Em 2015, as negociações envolvendo cotas do FIDC Rio Forte se distribuíram em apenas 81 transações, mas somaram um total de R$ 1,77 bilhão, ou 35,0% do total do mercado no período. Por isso, para os fins deste artigo optou-se por desconsiderar as negociações com cotas deste FIDC no ano de 2015, afim de evitar impressões distorcidas acerca do nível de liquidez deste mercado.

Na Figura 2, abaixo, pode-se observar a evolução mensal do montante negociado de FIDC ao longo de 2016 e de 2015. Dos onze meses de 2016, em nove oportunidades o montante negociado foi maior que o realizado no mesmo mês de 2015.

Figura 2 – Evolução mensal do montante negociado

Em termos de transações ocorridas na BM&FBOVESPA, observa-se que o volume negociado em 2016 é 11,3% menor que o de 2015, tendo em vista que o total negociado em 2015 havia sido de R$ 7,2 milhões, contra os R$ 6,4 milhões de 2016. Já em termos do número de negócios, ocorreu elevação de 108,3%, tendo se elevado de 120 negociações em 2015 para 250 em 2016. Todas estas negociações ocorridas na BM&FBOVESPA são referentes ao FIDC BB Votorantim Highland Infraestrutura, um fundo com isenção tributária para o investidor pessoa física.

 

Rankings
Mais Recentes
fii