Ao fim do primeiro bimestre de 2017, o mercado de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) apresenta captação líquida acumulada no ano positiva em R$ 502,6 milhões¹. Tal fato ocorre apesar de um cenário de leve redução de Patrimônio Líquido (PL) consolidado no setor entre os fins de dezembro de 2016 e de fevereiro de 2017. Ou seja, o aumento consolidado de provisionamento de perdas foi maior que a captação líquida. Esta última resulta da diferença entre os montantes realizados de emissões e de amortizações² de cotas. O resultado positivo teve seu maior impulso no segmento de FIDC Não Padronizados (FIDC NP), que apresentou uma captação líquida positiva de R$ 665,0 milhões no período. Neste segmento o PL consolidado acompanhou o movimento positivo da captação líquida, apresentando ascensão.

Para continuar lendo, faça o seu login ou assine TLON.

Mais Lidos