O mercado de Fundos de Investimentos em Direitos Creditórios (FIDC) apresentou no primeiro trimestre um forte volume de emissões, o equivalente a R$ 24,7 bilhões¹. Tal marca corresponde a mais que o dobro daquela referente ao mesmo período em 2018, a qual representava até agora o recorde histórico para este período em cada ano. Vale ressaltar, entretanto, que parte relevante do montante emitido no primeiro trimestre de 2019 se concentrou em dois grandes fundos que entraram em operação no período, conforme já abordado no portal TLON. Acompanhando esse movimento, a Captação Líquida (CL) da indústria no período também alcançou marca expressiva, fechando até março em R$ 14,0 bilhões. Os destaques de expansão em termos de categoria de ativo-lastro foram Recebíveis do Agronegócio, Recebíveis Comerciais, Crédito Pessoal e Crédito Pessoa Jurídica.

Para continuar lendo, faça o seu login ou cadastre-se.

Rankings
wfidc_fidc_artigos_lateral
Mais Lidos