A S&P rebaixou de ‘brBBB (sf)’ para ‘brCCC (sf)’ a classificação de risco atribuída à cota sênior do FIDC Multisetorial BVA Master e manteve a classificação na listagem CreditWatch com implicações negativas. Ao mesmo tempo, as classificações de risco atribuídas às cotas sênior dos FIDC Multisetorial BVA Master II e Multisetorial BVA Master III foram reafirmados em ‘brCCC (sf)’. A classificação atribuída à cota do Multisetorial BVA Master II também foi mantida em CreditWatch com implicações negativas. Já a classificação da cota sênior do FIDC Multisetorial Itália (‘brCCC (sf)’) foi suspensa, em virtude do não recebimento pela agência de informações suficiente e atualizadas para monitoramento da transação. Na visão da S&P, passados 12 meses da intervenção do Bacen no Banco BVA, apenas recentemente foi possível obter acesso aos documentos comprobatórios que permitiriam dar início ao processo de cobrança e negociação dos direitos creditórios com seus respectivos devedores, comprometendo assim a capacidade de pagamento das obrigações dos fundos. A manutenção das classificações de risco na listagem CreditWatch com implicações negativas se baseia na incerteza do tempo que ainda será necessário para solucionar as questões operacionais associadas à cobrança dos direitos creditórios nas carteiras dos FIDC BVA Master e BVA Master II , considerando-se o vencimento legal dos mesmos, respectivamente, em maio e agosto de 2014.
Rankings
Mais Recentes