Em 06/12/2016 a S&P atribuiu a classificação de risco preliminar ‘A’ à 2ª série de cotas sênior do SC Piemonte, em montante máximo de R$ 100,0 milhões. O lastro do fundo consiste em direitos creditórios performados com representação em duplicatas provenientes de operações entre as empresas CNH Industrial, Iveco e Fiat, na posição de sacadas, e os fornecedores das mesmas, cedentes dos direitos creditórios. No contexto do fundo, os investidores contam com proteção de crédito representada pela subordinação de cotas, que exige a existência de um mínimo de 2,9% do PL em cotas subordinadas, e pelo spread excessivo advindo da taxa de desconto aplicada na compra dos direitos creditórios. Com relação à meta de rentabilidade dessa série, ficou estabelecido que essa será de 120% da Taxa DI.

Rankings
Mais Lidos